Rua Bela Flor, 211 | Vila Mariana | 04128-050

São Paulo - SP | Tel 11  5585-8084

COBERTURA AUTOMEC: DIA 1

24/04/2019

 

 

Experiências para envolvimento e capacitação dos visitantes

 

A AUTOMEC deste ano investiu pesado na programação de atividades práticas e de disseminação de conteúdo, com uma área de 1.000 m² totalmente voltada à interatividade: a AUTOMEC EXPERIENCE.

Essa área do evento apresentou aos visitantes uma série de ações, segmentadas em 7 pilares estratégicos, que proporcionaram uma completa imersão no universo da reposição e reparação automotiva. As atividades contaram com o patrocínio de marcas como Henkel, Motul, Wimpel e Walter, Orange, KYB, AkzoNobel, AWL, entre outras, além do apoio de instituições como Senai, Simepetro (Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras e Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo), Abrafiltros (Associação das Empresas de Filtros) e IQA (Instituto da Qualidade Automotiva). Confira a lista:

 

•  Oficina de Leves: Tecnologia e produtos de ponta para manutenção e reparação de veículos leves.

 

•   Oficina do Futuro: Apresentou inovações, tendências e tecnologias do mercado, como a reparação de veículos elétricos e híbridos.

 

•  Oficina de Personalização: Comandada pelo famoso customizador de carros Batistinha, trouxe à feira uma oficina referência em personalização, com os mais modernos equipamentos e técnicas exclusivas.

 

•   Oficina de Colisão: Tudo em relação à funilaria, pintura e acabamentos, revelando novas técnicas e equipamentos. Entre as atividades, foi realizado o Especial Batidas, com a reparação rápida de veículos com lataria danificada.

 

•  Oficina de Pesados: Mostrou uma oficina referência, com os equipamentos mais modernos do mercado e uma linha de produtos exclusivos.

 

• Oficina de Motos: Teve foco em customização, montagem e desmontagem de motocicletas, além de demonstração de uma linha de produtos exclusivos.

 

• Arena de Conteúdo e Capacitação: Nessa área, os visitantes tiveram orientações sobre aplicação de novos métodos, puderam participar de palestras e treinamentos, além de realizar capacitações com especialistas de renomadas empresas e instituições do setor. Foram conferidos certificados aos participantes.

 

 

 

Nesse contexto de interação e aprendizado, a AUTOMEC EXPERIENCE contou também com atividades de entretenimento na área externa do evento, um momento de distração e diversão para os visitantes que em sua maioria vieram de fora da cidade.

 

"A AUTOMEC EXPERIENCE é um conceito totalmente novo. Já tivemos atividades práticas nas edições anteriores, mas esta é uma evolução, um outro nível. São atividades pensadas e cuidadosamente preparadas para envolver o visitante em um mix de sensações. Entretenimento, conhecimento, troca, interação e, claro, o aprendizado sobre como trazer o que ele vê e testa na feira para o dia a dia de trabalho", comenta Júlio Romanelli, gerente de produto da Automec.

 

O acesso à área de experiências era gratuito aos profissionais do setor que previamente se credenciaram para a 14ª edição da AUTOMEC. Não eram necessárias inscrições para participação das atividades.

 

 

Acompanhe as coletivas das empresas expositoras:  

 

 

 

 

BORGWARNER

 

O potencial mercado de veículos com motores turbo

 

Parece um mercado novo, mas a frota de veículos com motores turbo no Brasil soma 7 milhões de unidades, no caso de veículos leves, e mais de 1,8 milhão de veículos comerciais que utilizam esta motorização. Para Nelson Bastos, Head Aftermarket America Latina da BorgWarner para Turbos e Thermal Systems, o potencial é bastante grande. “Veremos nos próximos anos um volume de veículos com motores turbo entrando no mercado”.

 

E para a Automec a BorgWarner levou muitas novidades. “O nosso principal lançamento neste mês de abril é um turbo para o Toyota Hilux. Também teremos lançamentos para a linha pesada, Iveco, Scania e Volvo, e para veículos da linha leve das marcas Nissan, Kia Motors e Toyota”, mencionou o executivo.

 

Ao todo, serão treze novos modelos de turbo que a BorgWarner colocará no mercado neste ano. Também na Automec, o destaque foi o lançamento de sete modelos de embreagens viscosas, voltadas para a linha pesada Volvo e Iveco, e para as picapes S10, Ranger e Hilux.

 

E a BorgWarner segue investindo fortemente no Brasil. Em quatro anos, completados no final de 2019, ela somará 150 lançamentos de produtos. “Não é pouco para um momento desfavorável para todo mundo e a empresa não parou de investir neste segmento”, comentou Bastos. Sobre a participação do mercado de reposição no faturamento da companhia, o executivo disse que globalmente ela é de 10% e que no Brasil já atingiu 20%.

 

 

BOSCH

 

Megatendências e impactos no mercado de reposição

 

Em coletiva à imprensa na Automec, Delfim Calixto, vice-presidente da divisão automotiva de aftermarket da Robert Bosch América Latina, falou sobre as quatro megatendências que nortearão o mercado de reposição nos próximos anos: mobilidade conectada, mobilidade autônoma, eletromobilidade e digitalização, e também as novidades da Bosch para as oficinas.

 

“A conectividade vai impactar o nosso negócio de forma rápida, a partir de 2025 os carros terão alguma forma de conectividade. Eles estarão conectados com eles mesmos, com a infraestrutura ou com as oficinas. No futuro próximo, o diagnóstico será feito antes do veículo chegar à oficina e ela precisa estar prepara para isto”, afirmou.

 

Sobre mobilidade autônoma, ainda uma questão que enfrenta uma grande discussão em termos de aspectos legais, principalmente de quem é a responsabilidade se acontecer um acidente, Calixto disse que superadas estas barreiras e também com o desenvolvimento da tecnologia, ela mudará a mobilidade no futuro. “Estimamos que em 2030 teremos uma massa de veículos que podem impactar nosso mercado, mas ainda há muitas barreiras a vencer, como a aceitação do usuário, segurança e o aspecto legal”, ponderou.

 

Mas que, sem dúvida, as oficinas precisam se preparar para esta nova realidade. “Haverá menos colisões, mas isso não significa que a oficina irá fechar as suas portas, ela poderá se voltar mais para a manutenção preventiva. A preocupação maior é para as funilarias”.

 

No quesito inovação, ele comentou que a Bosch está trabalhando fortemente em novas tecnologias de sensores. “A Bosch tem investido muito em Inteligência Artificial e inauguramos um centro de pesquisa na Alemanha voltado para veículos autônomos”.

 

Na parte de eletrificação, o executivo avaliou que a adoção de tecnologia irá variar de país para país. “No Brasil vai demorar um pouco mais, o veículo híbrido chegará antes do que o elétrico, mas estamos trabalhando muito fortemente na parte de motores elétricos, que é o que conduzirá a tecnologia do futuro. E estamos preparando a nossa rede para atuar neste mercado”.

 

Sobre digitalização, Calixto mencionou que o compartilhamento de scooters elétricas já é uma realidade na Europa (E-Scooter elétricos) e que caminhões já são dotados de uma conexão que identifica locais para estacionarem. “Mas fato é que mesmo com todas as mudanças (acimas citadas), os veículos continuarão tendo peças e nós temos um portfólio amplo”.

 

Para a Automec, as novidades da Bosch são principalmente em quatro linhas:

sistema de injeção de gasolina, baterias, palhetas e equipamentos de  diagnósticos. “Para a área de aftermarket, a nossa estratégia é peças, diagnósticos, soluções e serviços para as oficinas”. Outra novidade é o conceito de oficina conectada, além de um novo programa de fidelização para as oficinas, denominado eXtra, ambos apresentados também na Automec.

 

 

 

GEDORE

 

Ferramentas que conversam com os usuários

 

Com um dos mais completos portfólios de ferramentas para o setor automotivo, a Gedore sempre foi vista pela sua forte atuação na linha de ferramentas industriais. Mas, recentemente, ela inovou e levou para a Automec o que eles chamam de uma linha automotiva que conversa com o usuário.

 

“Até então, a nossa linha de ferramentas automotivas estava adormecida, nós tínhamos as ferramentas disponíveis no catálogo e os mecânicos simplesmente as escolhiam”, disse Fabio Siqueira, diretor Comercial e de Marketing da Gedore.

 

A inovação veio a partir do nível técnico exigido atualmente, com as novas demandas de veículos. “Nós precisávamos fazer uma tradução das ferramentas de acordo com a sua utilização”, comentou Siqueira. E foi assim que a Gedore desenvolveu a linha Red, composta por 1.200 itens para que o mecânico tenha a ferramenta certa, na hora certa.

 

Segundo ele, “hoje, nós estamos atingindo os pequenos e médios profissionais. Logo mais, atingiremos o público de entrada, aquele que às vezes não tem uma ferramenta de acordo com a sua necessidade. O objetivo é levar a ferramenta certa para o usuário correto”, frisou.

 

Neste ano, a Gedore completa 100 anos de atividades com um portfólio de cerca de 20 mil itens. “Nós éramos muito voltados para ferramentas industriais e precisávamos de ferramentas que conversassem com a linha automotiva. E nada melhor do que celebrar os 100 anos de atividades da empresa lançando uma linha para os próximos 100 anos”.

 

E mais novidades estão por vir. Na própria Automec várias ações serão realizadas, entre elas, além da possibilidade dos visitantes interagirem com a nova linha de ferramentas automotivas, elas também serão vendidas no estande. Na comunicação com o seu público-alvo, a Gedore está se tornando mais digital e logo mais lançará um aplicativo.

 

 

 

EURO REPAR

 

Planos de expansão da Euro Repar na América Latina

 

A Euro Repar, marca de oficinas multimarcas do Grupo PSA, está presente na Automec e com fortes planos de expansão. “Estamos tendo um crescimento bastante acelerado, o que nos dá prazer de mostrarmos o nível de competência que temos, de como lidamos com o cliente e com os negócios”, disse Eduardo Grassiottto, diretor-presidente da Euro Repar Car Service do Brasil.

 

Com pouco mais de um ano de presença na América Latina, a rede é composta por 183 oficinas, sendo 154 no Brasil e 29 na Argentina, e por 46 centros de distribuição. “Em 2017, eram 6 centros de distribuição e 17 oficinas”, comentou Grassiotto para ilustrar a evolução. “E a meta é chegarmos a mais de 400 oficinas no Brasil e na Argentina até 2023”, complementou.

 

Ele contou que na América Latina, a Euro Repar entrou com uma oferta nas oficinas que eles chamam de 360º. “Exatamente para conversar com elas para lhes ofertar uma boa solução”. E isso abrange um leque de serviços que vão desde indicadores de desempenho, na parte de gestão, capacitação técnica, soluções digitais e muito mais.

 

E contemplando 23 mil referências de peças que já existiam no mercado, principalmente focadas no undercar e na manutenção do motor. A Euro Repar também tem marca própria, 12 famílias de peças já foram lançadas na América Latina. “Globalmente, são 60 famílias e ao longo do tempo incluiremos outras que ainda não temos na região”, antecipou Grassiottto.

 

Globalmente

 

Diretora Global da Euro Repar, Delphine Lafon-Degrange, também falou dos planos de expansão – hoje são 6 mil oficinas em vários países do mundo, com a meta de chegar a mais de 10 mil, em 2023 – e do modelo de negócio. “O nosso foco é aumentarmos a nossa base de clientes com soluções que abranjam a todos. Nós queremos ser uma solução para todos eles, não importando o seu poder de compra, a marca ou idade de seus veículos”.

 

Sobre os canais, a executiva especificou que são três: concessionários, reparadores independentes e e-commerce. “No canal concessionário todas as peças são originais, independentemente da montadora. A PSA está revolucionando este negócio, trabalhando com o conceito de custo e benefício dentro dos concessionários e isso avança para a rede independente de reparadores”, afirmou.

 

 

 

MAHLE

 

Mahle foca em ser uma referência multisistemista

 

Uma das novidades apresentadas pela Mahle nesta edição da Automec para o mercado de reposição é o lançamento da família Service Solutions de diagnóstico, já presente em outros países, mas que agora chega ao Brasil.

 

E novas soluções vieram a partir da recente aquisição da empresa italiana Brain Bee, especializada no desenvolvimento e produção de equipamentos e softwares de diagnóstico, equipamentos de serviço de ar-condicionado e análise de exaustão de veículos.

 

“A divisão Mahle Service Solutions será potencializada com assistência local, fornecendo agora soluções para as oficinas”, disse o gerente de Vendas e Marketing da Mahle no Brasil, Edvaldo de Souza. A vantagem é que a partir do equipamento é possível identificar qual é o problema do veículo e a peça necessária para o seu reparo.

 

Com um portfólio completo que contempla componentes de motor, filtros, gerenciamento térmico, motores de partida e alternadores, equipamentos de oficina e peças de reposição para veículos populares, a companhia foca em ser uma referência multisistemista.

 

“Quando se fala em filtros, nós somos referência como fornecedor. Mas a nossa intenção é nos tornarmos multisistemistas. Além da filtração, uma referência para outras linhas e também da parte mecatrônica. Isto tem de ser feito de maneira gradual. O nosso foco é diversificar e mostrar esta nossa direção multisistemista”, disse Souza.

 

Para isso, a Mahle está sempre inovando. “E o importante é qualificar os profissionais do setor para fazer frente à inovação tecnológica”, ressaltou. No aftermarket, a Mahle tem bem balanceadas as linhas leve e pesada, sendo que a pesada tem uma participação maior, porém, a leve está em franco crescimento.

 

 

UFI MULTITUBE

 

Revolução na filtragem do ar

 

 

Com exibição na Automec 2019, UFI Filters, líder em tecnologia de filtragem e gerenciamento térmico, apresenta tecnologia revolucinária na filtragem do ar do motor: UFI MULTITUBE. Este sistema patenteado destaca-se pela sua estrutura tubular, que substitui o tradicional filtro do painel, garantindo maior desempenho de filtragem e maior potência do motor em um espaço reduzido.

 

UFI MULTITUBE introduz tecnologia de ponta no Mercado de equipamentos originais, primeiro para o Porsche GT2RS e, em breve, para outras aplicações de alto volume, tanto italianas quanto internacionais. A tecnologia deve se espalhar rapidamente por todo o mercado de OEM, seguida pelo mercado de reposição.

 

O que torna a tecnologia de filtragem revolucionária é a flexibilidade geométrica específica do cartucho UFI MULTITUBE, cuja estrutura permite que os tubos sejam posicionados em paralelo, série ou de acordo com diferentes geometrias, além de diferentes diâmetros e comprimentos, de acordo com os requisitos de espaço do motor. A nova tecnologia do Grupo UFI oferece modularidade e um design flexível para atender às necessidades específicas dos fabricantes de automóveis, adaptando-se ao modelo do veículo e otimizando o espaço dentro do compartimento do motor.

 

Os recursos inovadores do UFI MULTITUBE, também incluem a reformulação do filtro. Apesar de manter o desempenho da filtragem significativamente – mais de 99,5% - em um espaço mais confinado, a empresa reduziu o volume em até 50% em comparação com um filtro de painel tradicional. Isto é particularmente vantajoso para carros híbridos, onde o espaço no compartimento do motor é especialmente limitado devido à presença de um dispositivo elétrico em adição ao sistema mecânico.

 

Graças à sua estrutura geométrica o UFI MULTITUBE oferece melhor dinâmica de fluidos, garantindo fluxo linear em termos de passagem do ar. Isso reduz a resistência e minimiza a perda de pressão e energia, garantindo a disponibilidade de potência extra, minimizando simultaneamente as emissões nocivas e o consumo de combustível. Testes realizados em laboratório externo em um Audi 1.4 TFSI confirmam um aumento na potência em até 4% em relação à saída do ar padrão, desempenho máximo que excede o do tipo do painel tradicional.

 

Este é o resultado de um novo conceito em filtragem profunda onde o fluxo do ar passa do exterior para o interior através da estrutura que compreende um ou mais tubos.

Outra característica revolucionária do UFI MULTITUBE envolve os materiais específicos do cartucho de média filtragem profunda, que é composto de fibras hidrofóbicas puras que mantêm toda a funcionalidade durante todo o ciclo de vida do produto, contrastando com os produtos tradicionais em celulose plissada com capacidade de filtragem significativamente reduzidas. Isso se deve à deformação de materiais que, com a inevitável absorção de umidade, causa perda de pressão do fluxo do ar, o que por sua vez, afeta negativamente a potência do motor.

 

Luca Betti, diretor da Unidade de Negócios do Aftermarket do Grupo UFI Filters, afirma:: “UFI MULTITUBE representa um marco no mundo da tecnologia de filtragem. Graças à sua modularidade, pode adaptar-se às diferentes necessidades dos fabricantes de automóveis, tanto para motores tradicionais como também para oferecer muitos desenvolvimentos possíveis para aplicações híbridas. Trata-se de uma inovação de ponta que oferecerá ao mercado de reposição a exclusividade de um produto patenteado, a qualidade e o desempenho exclusivo de um sistema que somente a UFI Filters pode fornecer e também um produto fácil de substituir graças ao acoplamento de liberação rápida da caixa do ar.

 

Com exibição na Automec 2019, UFI Filters, líder em tecnologia de filtragem e gerenciamento térmico, apresenta tecnologia revolucinária na filtragem do ar do motor: UFI MULTITUBE. Este sistema patenteado destaca-se pela sua estrutura tubular, que substitui o tradicional filtro do painel, garantindo maior desempenho de filtragem e maior potência do motor em um espaço reduzido.

UFI MULTITUBE introduz tecnologia de ponta no Mercado de equipamentos originais, primeiro para o Porsche GT2RS e, em breve, para outras aplicações de alto volume, tanto italianas quanto internacionais. A tecnologia deve se espalhar rapidamente por todo o mercado de OEM, seguida pelo mercado de reposição.

 

O que torna a tecnologia de filtragem revolucionária é a flexibilidade geométrica específica do cartucho UFI MULTITUBE, cuja estrutura permite que os tubos sejam posicionados em paralelo, série ou de acordo com diferentes geometrias, além de diferentes diâmetros e comprimentos, de acordo com os requisitos de espaço do motor. A nova tecnologia do Grupo UFI oferece modularidade e um design flexível para atender às necessidades específicas dos fabricantes de automóveis, adaptando-se ao modelo do veículo e otimizando o espaço dentro do compartimento do motor.

 

Os recursos inovadores do UFI MULTITUBE, também incluem a reformulação do filtro. Apesar de manter o desempenho da filtragem significativamente – mais de 99,5% - em um espaço mais confinado, a empresa reduziu o volume em até 50% em comparação com um filtro de painel tradicional. Isto é particularmente vantajoso para carros híbridos, onde o espaço no compartimento do motor é especialmente limitado devido à presença de um dispositivo elétrico em adição ao sistema mecânico.

Graças à sua estrutura geométrica o UFI MULTITUBE oferece melhor dinâmica de fluidos, garantindo fluxo linear em termos de passagem do ar. Isso reduz a resistência e minimiza a perda de pressão e energia, garantindo a disponibilidade de potência extra, minimizando simultaneamente as emissões nocivas e o consumo de combustível. Testes realizados em laboratório externo em um Audi 1.4 TFSI confirmam um aumento na potência em até 4% em relação à saída do ar padrão, desempenho máximo que excede o do tipo do painel tradicional.

 

Este é o resultado de um novo conceito em filtragem profunda onde o fluxo do ar passa do exterior para o interior através da estrutura que compreende um ou mais tubos.

 

Outra característica revolucionária do UFI MULTITUBE envolve os materiais específicos do cartucho de média filtragem profunda, que é composto de fibras hidrofóbicas puras que mantêm toda a funcionalidade durante todo o ciclo de vida do produto, contrastando com os produtos tradicionais em celulose plissada com capacidade de filtragem significativamente reduzidas. Isso se deve à deformação de materiais que, com a inevitável absorção de umidade, causa perda de pressão do fluxo do ar, o que por sua vez, afeta negativamente a potência do motor.

 

Luca Betti, diretor da Unidade de Negócios do Aftermarket do Grupo UFI Filters, afirma:: “UFI MULTITUBE representa um marco no mundo da tecnologia de filtragem. Graças à sua modularidade, pode adaptar-se às diferentes necessidades dos fabricantes de automóveis, tanto para motores tradicionais como também para oferecer muitos desenvolvimentos possíveis para aplicações híbridas. Trata-se de uma inovação de ponta que oferecerá ao mercado de reposição a exclusividade de um produto patenteado, a qualidade e o desempenho exclusivo de um sistema que somente a UFI Filters pode fornecer e também um produto fácil de substituir graças ao acoplamento de liberação rápida da caixa do ar.

 

 

PHILIPS
 

Novidades em lâmpadas automotivas

 

A Lumileds, divisão de iluminação automotiva da Philips, levou para a Automec o seu portfólio completo e novidades na linha de LEDs, a qual ela já tem uma gama completa, e as vantagens de lâmpadas halógenas inovativas para carros, motos e caminhões.

 

Entre os destaques está a nova Philips MasterDuty X-tremeVision. “Ela proporciona 130% mais visibilidade em comparação às lâmpadas halógenas, o que é uma segurança maior para condutores de veículos e pedestres”, disse Juliana Gubel, gerente de Marketing da Philips Automotiva, durante a sua apresentação na coletiva à imprensa, na Automec.

 

E a linha de lâmpadas para faróis alto e baixo LED Philips foi ampliada. Os novos formatos H1 e HB3/HB4, já presentes nas lojas de autopeças, vieram em complemento dos formatos H4 e H7. Com esta ampliação de linha, a empresa passa a atender novas aplicações.

 

De acordo com Juliana Gubel, a linha LED une três pilares quando comparada às lâmpadas halógenas. “Ela proporciona 50% mais luminosidade, é mais bonita e tem uma durabilidade maior de aproximadamente oito anos de vida”. E destacou um diferencial bastante importante. “O veículo é alterado quando se troca a lâmpada halógena pela de LED e nós garantimos a segurança de que ele passará no teste”.

 

Também na Automec, foram apresentadas as chamadas lâmpadas halógenas inovativas, que se diferenciam das originais, contando com tecnologia que garantem benefícios aos seus usuários, entre elas, mais segurança e mais durabilidade. E o lançamento da lâmpada de farol para motos, além do portfólio completo da companhia.

 

 

 

TECNOMOTOR

 

Oficinas mais bem equipadas, mais ganho de produtividade

 

A Tecnomotor chegou na 14ª edição da Automec trazendo muitas novidades para a linha pesada, linha leve e para picapes. A começar pela pesada, Lorenzo Picolli, diretor Executivo da Tecnomotor, mostrou o alinhador que traz ganho de eficiência para o usuários e oportunidades de novos negócios para as oficinas.

 

“Nós estamos lançando uma evolução do nosso alinhador de veículos leves para a linha de pesados, com tecnologia 100% nacional, para levar também ao reparador a questão do undercar. Um caminhão desalinhado consome 7% mais combustível, este mercado está percebendo isso, o quanto é importante o undercar. Vamos mostrar que este alinhador é um diferencial para as oficinas de pesados”.

 

E da bancada 513, a evolução apresentada foi a bancada 514. “Ela foi montada muito voltada para eficiência e produtividade. Enquanto a bancada anterior realizava um teste entre 20 minutos a 30 minutos, esta nova leva apenas 10 minutos. Estamos levando performance para o reparador ganhar eficiência e dinheiro. É um desenvolvimento nosso muito voltado para isto”, disse Picolli.

 

Inclusive, a Tecnomotor tem uma parceria com a Carbon Zapp, um dos grandes fabricantes de equipamentos para bancadas de teste no mundo diesel. “Com isso, nós temos um universo que complementa muito o que produzimos, estamos com um grande leque para testar a parte de diesel muito profissionalmente, somando as bancadas Tecnomotor e as da Carbon Zapp”.

 

Na parte de diagnóstico, a novidade é um acessório de Raster de modo que o scanner abra outras frentes para o reparador. “Que é o módulo para testar o Arla, sistema de ar do veículo diesel. O custo fica mais viável e ele consegue avançar em outros recursos de diagnóstico”.

 

Ferramentas criadas no Brasil também foram levadas para a Automec, um alinhador de faróis, que segundo Picolli, tem sido percebida uma demanda grande por este tipo de equipamento, e uma solução para testar baterias de carros com sistema start-stop. “Muitas oficinas estão estragando baterias de carros mais modernos. Esta é uma solução para evitar que isso aconteça”.

 

Também foram apresentados o scanner para testar injetores diretos de combustível, o que dá a chance ao reparador poder testá-los sem trocá-los, e o scanner complementar para  veículos importados. E, para a linha leve, um alinhador 3D frontal. “Já tínhamos um alinhado frontal 3D há cinco anos, mas este lançamento oferece ao reparador um custo e benefício melhor, para ele ganhar dinheiro. É um aparelho de entrada para a oficina com tecnologia bem avançada”, concluiu.

 

 

 

VALEO 
 

Oficinas mais bem equipadas, mais ganho de produtividade

 

A Tecnomotor chegou na 14ª edição da Automec trazendo muitas novidades para a linha pesada, linha leve e para picapes. A começar pela pesada, Lorenzo Picolli, diretor Executivo da Tecnomotor, mostrou o alinhador que traz ganho de eficiência para o usuários e oportunidades de novos negócios para as oficinas.

 

“Nós estamos lançando uma evolução do nosso alinhador de veículos leves para a linha de pesados, com tecnologia 100% nacional, para levar também ao reparador a questão do undercar. Um caminhão desalinhado consome 7% mais combustível, este mercado está percebendo isso, o quanto é importante o undercar. Vamos mostrar que este alinhador é um diferencial para as oficinas de pesados”.

 

E da bancada 513, a evolução apresentada foi a bancada 514. “Ela foi montada muito voltada para eficiência e produtividade. Enquanto a bancada anterior realizava um teste entre 20 minutos a 30 minutos, esta nova leva apenas 10 minutos. Estamos levando performance para o reparador ganhar eficiência e dinheiro. É um desenvolvimento nosso muito voltado para isto”, disse Picolli.

 

Inclusive, a Tecnomotor tem uma parceria com a Carbon Zapp, um dos grandes fabricantes de equipamentos para bancadas de teste no mundo diesel. “Com isso, nós temos um universo que complementa muito o que produzimos, estamos com um grande leque para testar a parte de diesel muito profissionalmente, somando as bancadas Tecnomotor e as da Carbon Zapp”.

 

Na parte de diagnóstico, a novidade é um acessório de Raster de modo que o scanner abra outras frentes para o reparador. “Que é o módulo para testar o Arla, sistema de ar do veículo diesel. O custo fica mais viável e ele consegue avançar em outros recursos de diagnóstico”.

 

Ferramentas criadas no Brasil também foram levadas para a Automec, um alinhador de faróis, que segundo Picolli, tem sido percebida uma demanda grande por este tipo de equipamento, e uma solução para testar baterias de carros com sistema start-stop. “Muitas oficinas estão estragando baterias de carros mais modernos. Esta é uma solução para evitar que isso aconteça”.

 

Também foram apresentados o scanner para testar injetores diretos de combustível, o que dá a chance ao reparador poder testá-los sem trocá-los, e o scanner complementar para  veículos importados. E, para a linha leve, um alinhador 3D frontal. “Já tínhamos um alinhado frontal 3D há cinco anos, mas este lançamento oferece ao reparador um custo e benefício melhor, para ele ganhar dinheiro. É um aparelho de entrada para a oficina com tecnologia bem avançada”, concluiu.

 

 

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
DESTAQUE NA REPARAÇÃO

Matéria de capa: um novo mundo para o varejo

05/12/2019

1/3
Please reload

ÚLTIMAS 

NOTÍCIAS

Please reload