Rua Bela Flor, 211 | Vila Mariana | 04128-050

São Paulo - SP | Tel 11  5585-8084

  • suporteznews

ZF conquista nova certificação IATF na América do Sul


Durante seu processo de certificação, a ZF recebeu pontos fortes que foram destacados pela certificadora DQS por ultrapassar as exigências da norma e demonstrar práticas superiores às observadas no mercado.

A ZF acaba de conquistar a certificação International Automotive Task Force (IATF), a mais nova norma de gestão de qualidade, relevante para todas as empresas fornecedoras da indústria automotiva. As plantas de Sorocaba, São Bernardo do Campo, Araraquara e Iracemápolis (SP) receberam suas certificações em fevereiro deste ano. Em maio foi a vez das unidades de Limeira e Engenheiro Coelho (SP). Em junho a planta de San Francisco na Argentina e em julho a planta 2, localizada em Sorocaba. “Trata-se de um requisito essencial para qualquer organização que opera na cadeia global de fornecimento”, diz Marcelo Oliveira, Diretor de Qualidade América do Sul.

De acordo com o executivo, a DQS (Associação Alemã para Certificação de Sistemas de Gestão), importante player mundial do setor que possui um contrato global junto à ZF, é a responsável pela certificação das empresas do Grupo ZF. Toda a preparação para ingressar no processo foi iniciada em novembro de 2016, com implantação durante todo o período de 2017, e finalmente a conquista da certificação em 2018.

A nova norma substituiu a ISO/TS 16949:2009. De acordo com Marcelo Oliveira, todos os departamentos da empresa foram envolvidos, com empenho direto de mais de 250 colaboradores em diversas áreas. “Realizamos diversas rodadas de discussões com colaboradores para alinharmos a interpretação e implementação dos requisitos. Tomamos o cuidado de elaborar uma cartilha contendo toda a política de qualidade da empresa, informações sobre o manual de gestão e cadeia de valor, considerando temas como código de conduta, regulamento interno, controle de produtos, planos de contingência, entre outros. A cartilha foi entregue para cada funcionário no intuito de envolver todos na busca pela certificação”, explica o executivo. “Aproveitamos a oportunidade para harmonizar processos entre nossas plantas e promovemos muitos debates para obter a máxima coesão”, completa Marcelo.

O procedimento para a certificação contou com o envolvimento da alta Direção, departamentos de Compras, Gestão de Fornecedores, IT, Vendas, Pós-Vendas, Desenvolvimento de Produto, Manufatura, Logística, Qualidade, RH, Manutenção, Sistema de Gestão da Qualidade, Melhoria Contínua e Planejamento de Negócios.

Na opinião do executivo, que possui larga experiência na área de Qualidade e comanda esta operação na ZF desde 2014, o grau de severidade e rigor da nova norma está muito maior em relação à anterior, com mudanças principalmente relacionadas à gestão de riscos, desdobramentos em ações para suas soluções e aproveitamento de oportunidades. Além disso houve a ampliação da visão sobre o nível de participação e conhecimento dos diversos níveis hierárquicos acerca dos processos, bem como da promoção da melhoria contínua: “Não somente quem produz, planeja a produção, compra, etc. está envolvido na certificação, mas toda a média e alta gestão da companhia. Neste novo modelo conseguimos demonstrar profundo conhecimento dos processos, apuração dos indicadores, tratativas de ações de melhorias ao longo de toda a hierarquia, seja da parte operacional, seja dos gestores de média e alta gestão, que se mostraram conscientes, ativos e participativos”, completa.

“Apesar do maior nível de exigência em relação à versão anterior da certificação, a ZF recebeu pontos fortes que foram destacados pela DQS, e ultrapassaram as exigências da norma”, aponta Marcelo Oliveira. Um dos pontos de destaque foi a forma como os colaboradores são motivados a promover melhorias, como por exemplo o ZF Excellence Award, criado pela ZF para premiar as pessoas que identificaram e implementaram cases de sucesso nas plantas do Grupo. O prêmio foi destacado pela certificadora como excelente prática de mercado para fomento e estímulo da melhoria contínua dos processos.

O executivo explica que vários processos da cadeia de valor do Grupo ZF estão no foco da certificação. Entre eles, os processos de visão e política, estratégia e metas, planejamento de negócios, revisão dos resultados e melhoria, processo de atendimento e entendimento do mercado e prestação de serviços aos clientes, desenvolvimento do produto, além dos processos diretamente ligados à manufatura, sempre com foco no máximo de satisfação dos clientes e longevidade do negócio.

Um dos objetivos da nova norma para todo o setor automotivo é de aumentar a qualidade dos produtos, com identificação de riscos ao longo de toda a cadeia, de forma muito mais antecipada para que sejam mitigados ou eliminados, evitando qualquer impacto aos clientes. “Com a conquista da certificação IATF, a ZF está ainda mais atenta aos processos, buscando cada vez mais eficiência e excelência em todas as etapas de produção e administração de processos”, finaliza.

#ZFAftermarket

12 visualizações